Valor da bitcoin cai após proibição da Coreia do Sul

O governo da Coreia do Sul informou nesta quinta-feira que planeja proibir o comércio de criptomoedas

O governo da Coreia do Sul informou nesta quinta-feira que planeja proibir o comércio de criptomoedas

Moeda ilustrativa do bitcoin, em meio a placa-mãe de computador.

Na última quinta-feira, 11, o governo da Coreia do Sul anunciou que estava planejando proibir o comércio de criptomoedas.

A posição dura do governo desencadeou vendas de criptomoedas nas bolsas locais e no exterior.

Barril de Brent abre em baixa
Com o nível atual, as reservas de petróleo dos Estados Unidos mantêm-se na média para esta época do ano, indicou o Departamento de Energia.

O valor da moeda virtual na região caiu em torno de 21% e chegou a ser comercializada por US$ 17 mil, sendo que ainda está sendo comercializado com um valor até 30% menor que o praticado em outros países.

Rumores recentes já indicam que a Coreia do Sul não iria permitir a entrada de criptomoedas no país, o que fez com que a cotação do Bitcoin sofresse uma queda.

"Há grandes preocupações com as moedas virtuais e o ministério da justiça está basicamente preparando um projeto de lei para proibir o comércio de criptografia através de trocas".

Scott Frost Wins 2018 Bear Bryant Coach of the Year Award
We look to Charlotte for the annual American Football Coaches Association Awards Show, presented by Amway - slated for 8 p.m. Campbell also was a victor Tuesday, taking home the USA Today Sports Coach's Play Call of the Year award.

Após a grande repercussão no mercado, o gabinete presidencial sul-coreano afirmou que a proibição ainda não foi concluída e que é uma das medidas estudadas.

Além disso, o ministro disse que a proibição está sendo elaborada em conjunto com o Ministério das Finanças e reguladores financeiros do país. O mesmo aconteceu com a Bithumb, a segunda maior da Coreia do Sul.

Três detentos fogem da Casa do Albergado através de buraco na parede
De acordo com a Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP), os apenados que ficam na cela 1 fizeram um buraco na parede que da acesso ao lado de fora da Casa do Albergado.

Últimas notícias