"Foi mesquinho": Camila Cabello critica apresentação do Fifth Harmony no VMA 2017

Camila Cabello A cubana favorita dos Presidentes da América

Performance de Fifth Harmony em que uma integrante é atirada machucou sentimentos de Camila Cabello

Na ocasião, já como um quarteto, o grupo iniciou a performance com cinco pessoas, mas jogou para fora do palco a "quinta" integrante, que representava Camila. Essa é a primeira vez que Cabello comenta sobre o assunto.

O New York Times indica que lágrimas brotaram nos olhos de Camila quando ela se lembrou de ver o momento ao vivo na sala de sua casa. Ela também disse que quando tentava participar da composição das músicas do Fifth Harmony ela era ignorada. Eu só queria fazer aqui e não funcionou. "Se alguém quiser explorar a sua individualidade, não é correto que as pessoas lhe digam que não o façam", rematou.

Kobe Bryant Gets His Own NBA Analysis Show on ESPN
Bryant will serve as the writer and mind behind a new ESPN series, Details , which is billed as a basketball analysis show. Detail will have 15 episodes in its first season, concluding in June with Kobe discussing how the NBA Finals turn out.

Lembrando que o aguardado álbum de estreia da cantora será lançado nessa sexta (12).

VMA não é VMA se não rolar uma treta, bafafá e babado, né? "Definitivamente machucou meus sentimentos", declarou ela. Eu não estava esperando, não estava preparada para isso - especialmente porque naquele momento eu já estava seguindo adiante.

African ambassadors to United Nations blast Trump remark as 'racist'
On Friday, he offered a vague denial of his comments to lawmakers, tweeting that he said nothing "derogatory" about Haitians. CBS2's Jeff Nguyen on Friday spoke to a surgeon who was angered and offended by the president's comments.

Camila declarou que a atitude do grupo foi mesquinha: "Eu tenho que abrir espaço para as coisas boas acontecerem em minha vida. Não gosto de agarrar-me ao passado, especialmente quando são coisas que, na minha opinião, são simplesmente mesquinhas".

China: Airlines must not list Taiwan as a country
The crackdown was accompanied by an outcry online in China over the perceived slights, and efforts to unearth other infractions. Arne Sorenson, said in a statement the company "respects and supports the sovereignty and territorial integrity of China".

Últimas notícias